quinta-feira, 30 de abril de 2015

Quo Vadis Felicio Zacarias?

  • Quo Vadis Felicio Zacarias?
    Ele foi Ministro das Obras Publicas de Armando Guebuza e hoje eh magnata da mineracao. Nao se sei lhe podemos nomear de o Patrice Motsepe ca da terra. Mas Zacarias anda bem conectado no sector, com participacoes em inumeras empresas: “RQL Mining Holdings, juntamente com o sul-africano Jacobus Strydom Van Wyk e o australiano Sholom Dovber Feldman.Feldman é o CEO da Queensland Bauxite Lda, antigamente conhecida como Australian Gold Investments Ltd, enquanto Van Wyk é director-executivo da Regius Coal Mining, onde Zacarias é director não-executivo. Van Wyk é também parceiro da australiana Regius Exploration Pty Ltd, actuando, através desta empresa, na Regius Diamonds Lda e Mavui Diamonds Lda, cujo sócio minoritário (com 20% do capital) é a empresa Conjane Lda. Esta última empresa é detida por três personalidades moçambicanas que já possuem participações na Afriminerals e Mozvest Mining: Felicio Zacarias, José Pacheco e David Simango, Presidente do Municipio de Maputo”.

    Ha algum problema nisto? Talvez nao. Mas todos sabemos que o acesso a concessoes de licencas de mineracao em Mocambique esta reservado a quem detem informacao privilegiada. Nao sendo um mercado aberto, quem esta no Governo tem maiores chances de obte-las. E se fores ministro, as chances sao a 100%. Eh uma area onde a transparencia nao governa.
    Bom, o Felicio Zacarias deu ha dias uma entrevista a um jornal chamado "Debate". Uma das tonicas foi a luta contra a corrupcao. Houve quem aplaudisse seus ditos. Eu torci o nariz. Zacarias apenas debitou equivocos. E um deles foi este: “A corrupção deve ser combatida na função pública e não fora dela...”. Uma mensagem completamente distorcida e que decorre do mesmo equivoco em que se baseia a actul reacao penal contra a corrupcao: os corruptos sao os funcionarios do Estado. Ignora-se, ou se finge ignorar, que a corrupcao acontece na interface entre o publico e o privado e que ela nao se resume ao desvio de fundos, ao peculato e a fraude.
    Ignora-se, ou fingi-se ignorar, que a corrupcao eh essenciamente uma troca. Entre corruptor activo e corruptor passivo. E que muitas das vezes o corruptor activo eh justamente o agente do sector privado. Intriga me que o nosso GCCC se limite a tratar da pequena corrupcao, quando todos sabemos que em Mocambique a grande corrupcao, aquela que acontece no topo da governacao, eh mais perniciosa que a pequena corrupcao. (Huntington dizia que a pequena corrupcao ate pode propiciar uma certa paz social porque ela permite uma redistribuicao da riqueza. Mas este eh outro debate !!!).
    No nosso caso, ignoramos situacoes onde empresarios oferecem presentes de luxo a dirigentes e seus filhos para terem acesso a isencoes fiscais e ganharem concursos publicos. Num contexto de luta contra a corrupcao genuina, operacoes com a da Ematum, concessoes de licencas de mineracao e algumas PPPs deviam ser investigadas. Sabem, caros amigos, quantos processos judiciais o Estado mocambicano tem contra si em tribunais estrangeiros por causa da corrupcao? Pois…pois
    Espero que as empresas do Felicio criaram emprego para mocambicanos e pagam os impostos devidos. Mas a minha grande decepcao eh que, mesmo com a reforma do Codigo Penal, continuamos a ter um conhecimento limitado sobre a economia politica da corrupcao e o que fazer para que ela seja controlada. E o PR Nyusi ainda anda nas nuvens sobre esta materia. Nao sei se de proposito mas eh tremenda esta falta de vontade para se limpar a sujeira que envolve a gestao da riqueza nacional.

    • Olegàrio Samuel Muando, Francisco Cabo, Manuel Coelho and 110 others like this.
    • Vasco Acha Li a entrevista e foi prentorio no combate a corrupção. 
      Sei que ele afastou se da política para se dedicar a vida empresarial segundo a Lei da Probidade o funcionário afecto um sector nao poderá ter negócios conflituoso com o mesmo por um período de 2anos?
      Ele estava nas Obras Públicas e nao tem empresa de Estradas...mas tem sim actuação na area mineira e um dos poucos que nos orgulha no sector dos vampiros forasteiros.
      NAO SEI SE ENTENDI BEM O POST PEÇO AJUDA PARA EU PERCEBER O MOTE.
      See Translation
    • Agostinho Inguane Se anda nas nuvens? É claro que anda porque o mais provável é que ele também esteja envolvido. Não é pelo facto de ser presidente que se exclui da corrupção vergonhosa. Se não se investiga nada é claro que estão todos envolvidos!
      See Translation
    • Agostinho Niquisse DAgos
    • Celso Manguana Manguana mano o Felicio Zacarias foi ministro das Obras Públicas do primeiro governo de Guebuza!
      See Translation
      23 hrs · 1
    • El Patriota Bravo. Parece-me que quem também não fica atrás é o bom do Ministro da Agricultura. Quer dizer que além das parcerias com os chineses, para sucumbir com as nossas florestas, a hiena também é conivente no "surupiamento" das nossas riquezas do subsolo?
      See Translation
    • Nisio Banda boa correcao foi governador de Sofala no executivo de Joaquim Chissano e obras publicas de Guebuza Marcelo Mosse
      See Translation
    • Marcelo Mosse Correccao feita.Obrigado!!! Vasco Acha, o mote? O que quer mesmo que eu clarifique?
      See Translation
      23 hrs · 1
    • Noe Nhantumbo Gostaria sinceramente de ver tanta minúcia no que se refere a outros novos-ricos, ministros-empresários e quejandos... na capital Maputo o grotescamente negocio da Tata Moçambique já foi esquecido, convenientemente diga-se.... os dinheiros descaminhados pelo gabinete da ex-primeira dama destinados a um hospital em Nampula também caíram no esquecimento. A faculdade de Direito da UEM nem se pronunciara como fez com o pacote das autarquias provinciais...claro que e conveniente mostrar-se selectivo...... estas e outras e que matam e atrofiam o pais real...
      See Translation
    • Manuel Mageta Taque Marcelo Mosse PPPs? Na tua ótica acreditas e pensas que possível arranjar um antídoto para este cancro moçambicano e africano num Estado com nomeações e indicações para o poder judiciário na base de confiança política, onde não minha ótica não existe essa separação de poderes? ???
      See Translation
      23 hrs · 1
    • Jose Eduardo Nem importa tanto de quem foi ministro ou governador, mas o cerne da questao, embora a correccao seja oportuna. As oportunidades de que gozam estes senhores nao sao de acesso a um moocambicano comum que para o caso sao marginalizados e os primeiros privilegiados.
      See Translation
    • Rodrigues Tembe Como é que o pais pode se livrar da pobresa e conflitos com o tipo de dirigentes que tem?
      See Translation
      22 hrs · Edited · 1
    • Adelino Branquinho O problema da corrupcao, `e que ela fede, como ja o afirmou o Papa Francisco. Mais doque feder, os corruptores chegam a matar, quem denuncia o cheiro.
      See Translation
      22 hrs · 2
    • Vasco Acha Vamos degerir no Post
      1. O facto de Felicio ser um Falso combatente da Corrupção e Lambebotismo?
      2. Inclui lo na Questão da Elite Predadora que Felicio um dia foi parte?
      3. Apoiar o Felicio como honesto politico que deixa o puder e embarca na arena empresarial competindo com Guros mineiros estrangeiros?
      Seria um destes pontos que eu poderia pegar como o mote deste debate.
      See Translation
      22 hrs · Edited · 2
    • Alberto Marden da Cruz A crítica até faz algum sentido, mas me pergunto: o El pensador Zacarias só notou essa falha no sistema depois de ter sido ministro e de ter ganho licenças e concessões mineiras, por vez através do tráfico de influência, para às empresas onde tem partipações? Não me faça rir Zacarias... wa kakaka a a a...
      See Translation
      22 hrs · Edited · 4
    • Guerero Luis Abrantes Este pais devia se chamar RC e nao RM.
      See Translation
      22 hrs · 1
    • Boa Monjane Muito bem articulado!
      See Translation
    • Solomone Manyike Avanços Zaky! Avance, ñ há recua!
      See Translation
    • Cuinica Nelson COPY/PASTE-Intriga- me que o nosso GCCC se limite a tratar da pequena corrupcao, quando todos sabemos que em Mocambique a grande corrupcao, aquela que acontece no topo da governacao, eh mais perniciosa que a pequena corrupcao.
      See Translation
      20 hrs · 1
    • Bono Ndewaty Mandlate Isto e mesmo um bloco de hienas prontos para desfazerem a economia e puderem ganhar a vida a costa do cartão vermelho.
      See Translation
      20 hrs · 1
    • Marcelo Mosse Na tal entrevista a que faco referencia, Zacarias faz um ataque cerrado a Governacao do presidente Guebuza, de que ele fez parte, e multiplica se em elogios ao Presidente Nyusi. E alguem acaba de me escrever o seguinte> "Marcelo eh so perguntares quem sugeriu o nome de AEG para a ponte sobre o Zambeze em caia e quem se apoderou da residencia do Estado enqanto governador". Ja percebeste Vasco Acha?
      See Translation
      20 hrs · Edited · 4
    • Helder Culumba ...heheheheheheheheh coisas da terra.
      See Translation
    • Marcelo Mosse Eis uma lista com empresas onde Zacarias tem interesses, para vossa informacao. A lista esta na base de dados sobre conflito de interesses, preparada pelo CIP:
      Conjane, Limitada,
      Visão Segurança Mbondoro, Limitada
      Papa, Limitada
      Regius Exploration, Limitada
      Mozvest Mining, Limitada
      DWC Investimentos, Limitad,Afriminerals, Limitada
      Conjane - Transporte Aéreo, Limitada
      Mavui Diamonds, Limitada
      Regius Diamonds, Limitada
      Romazindico, Limitada
      RQL Ferro, S.A.
      SOMOS CPF, S.A.
      Pemar, Limitada
      See Translation
      19 hrs · Edited · 4
    • Fortunato de Almeida Não será laranja, o mano Zaca?
      See Translation
    • Olivia Mondlane Tudo isto? Quero ver a contribuicao dessas todas nas Financas
      See Translation
      18 hrs · 2
    • Torres Lameque Remigio Talvez seja por isto mesmo (esta condenacao embora tardia da governação atribulada do ex) que o homem nao renovou o status de chairman das Obras Públicas e Habitação na segunda rodada de Guebas no poleiro. É uma brincadeira de muito mau gosto que hoje, alguem que esteve no dirigismo político se venha a distanciar de práticas danosas por ele também exaradas. O Mano Zaca quer nos atirar areia aos olhos mas nao vale. Nao ficará nada imune por criticar hoje aquilo que ontem ocultou so porque lhe dava benefícios. Nós nao seremos parvos eternamente
      See Translation
      17 hrs · 2
    • Mutchay Mgbs Moiane acredito que este nao eh e nem sera o ultimo debate sobre a corrupcao, mas de uma coisa tenho certeza, maior parte da populacao desconhece os criterios de concessoes mineiras e ou de exploracao florestal etc... se formos a procurar perceber e ou conhecer esses criterios, vamos ver que nao eh uma questao de previlegio para elite politica, mas sim a dificuldade para obter as licencas prende-se aos proprios requisitos. por exemplo qualquer cidadao pode requerer uma licenca de exploracao mineira desde que apresente como um dos requisitos, um volume de renda trimestral equivalente ou superior a um milhao de meticais.
      See Translation
    • Filipe Zivane Marcelo as vezes tenho dificuldades em compreender os teus posicionamentos. Não que tenha essa obrigação ou direito de exigir de ti coerência, mas com este post e da virulência dele, acabei ficando sem perceber o "point out meaning ". Tenho uma grande admiração e tu sabes, por tí, pela forma como olhas a sociedade, como filtras os fenómenos como os destrinças e como muitas vezes até nos antecipas das patologias, mantendo nos em alerta, e informados sobre as coisas que a nossa volta, nós não vemos. Porque não somos nem temos a mesma lente analítica que tu, que é um privilegio que tu tens. Um jornalista de mão cheia. Já te disse pessoalmente. Mas com este post custa-me perceber ( e estamos no campo do debate) o que te orienta as vezes ?! A procura da verdade, a destrinça e o escarafunchar dela, ou um " ego super" que poem-te as vezes também tu, mais um jornalista sensacionalista. Porquê? Porque deu uma entrevista e não tem moral para falar do que falou!? E tu Criticas por ser empresário! criticas-lhe por ter sido ministro e por conseguinte, ter tido informação privilegiada? Criticas-lhe pelas conexões que tem no mundo empresarial dos minérios e outros? Pela riqueza que supostamente tem? Concretamente o que é que te incomodou na entrevista? O ele ter ficado com uma casa enquanto ou depois de ter sido Governador de Sofala? Ele ter sido membro do Governo de Guebuza? E dizes, ter sido a pessoa que sugeriu que a ponte levasse o nome do Guebuza ? Quanto a isso, não trouxeste também nenhuma evidencia. Mas muitos assumirão como uma verdade! Com isso confundes nos a todos. O Felício Zacarias pode ser tudo isso que dizes, mas seria bom percebermos, o Felício Zacarias enquanto empresário é um mau empresário, corrupto? Enquanto pessoa que deixou-se entrevistar, nada disse? Se o problema foi enquanto ministro pouco ter feito para o combater a corrupção no seu sector? Qual é de facto o assunto! Se eu conseguisse perceber isso !
      See Translation
    • Torres Lameque Remigio Ninguém tem que negar o uso da palavra a ninguém mas das duas uma: ou o Mano Zaca devia ter dito isto ha muito tempo se bem que nao disse nada de novo ou entao devia ter permanecido calado. Sem querer ser defensor do Marcelo Mosse julgo que a grande questão que nos quer levar a reflectir sobre ela é por que ele decide levantar estas criticas so hoje e em linha direta por que ele elogia quem hoje governa o país
      See Translation
    • Marcelo Mosse Filipe Zivane, tomei nota...
      See Translation
      13 hrs · 1
    • Jorge Ferreira Não consigo vê-lo.Eu nunca insulto ninguém.
      See Translation
    • Sarmento Abel Sande A contribuicao e infima ou na pior das hipoteses zero.
      See Translation
    • Damiao Cumbane Se ele não tivesse sido governante, onde é que ele poderia ter tido acesso a possibilidade de ser accionista em todas essas empresas? Para mim ele é um mafioso, corrupto e ladrão igual a todos aqueles que se aproveitaram ou se aproveitam das suas posições governativas para abocanhar todas as oportunidades. Se o GCCC e o Judiciário deste país funconassem, todos esses deveriam ir explicar na barra da Justiça a origem do que detém.
      See Translation
    • Manuel Coelho Meu caro Marcelo:veijo por aquilo que escreve,que está muito preocupado, com a corrupção em Moçambique.
      Estive aí a uns anitos e vi que os moçambicanos estavam a contas com os abutres, que ficaram com os baús dos colonos.Não vi nada de bom para o povo soberano.Três coisas que me deixaram triste;a super corrupção,o desmazelo e a incompetência á vista por todo o lado.Remédio?Mais educação,mais civismo,mais moral e mais respeito pelo próximo.O que me dói?tenho amor pelo povo moçambicano:foi aí que eu me fiz a pessoa que sou.Na escola na igreja e no trabalho,aprendi com moçambicanos,uma boa parte do que sei hoje.Aproveito para deixar-lhe um abraço abrangente a todos os moçambicanos de bem e que combatem essa escória tão incomodativa.Bem aja.
      See Translation
    • Damiao Cumbane A pergunta que fica é: Onde anda aquela morrubunda GCCC? Guebuza não era burro. Montou uma máquina de Justiça obsoleta que passou mais tempo em reuniões do governo de q
      See Translation

Gadget

Este conteúdo ainda não se encontra disponível em ligações encriptadas.