quarta-feira, 19 de abril de 2017

Empresa privada vai gerir ficheiro com dados dos eleitores

Empresa privada vai gerir ficheiro com dados dos eleitores

Luanda - A Comissão Nacional Eleitoral (CNE) vai contratar uma empresa privada para assegurar a “gestão técnica” do ficheiro informático com os dados dos quase 9,5 milhões de eleitores em condições de votar nas eleições gerais.
Fonte: Lusa

A informação consta de um despacho de 7 de Abril, assinado pelo presidente da CNE, André da Silva Neto, poucos dias antes de o Ficheiro Informático dos Cidadãos Maiores (FICM) ser entregue àquele organismo por parte do Ministério da Administração do Território, que conduziu até agora o processo de registo eleitoral tendo em vista as eleições de Agosto.

O FICM provisório, segundo informação do governo, conta com dados de 9.459.122 cidadãos em condições de votar, decorrendo até 19 de Abril o prazo de reclamações, findo o qual será entregue o ficheiro final à CNE para a respectiva gestão, o que deverá acontecer na próxima semana.

Prevendo a entrega deste ficheiro, o despacho assinado pelo presidente da CNE refere a “urgência na execução dos actos tendentes à prestação de serviços de consultoria para a gestão técnica” do FICM e cria uma comissão de avaliação do concurso público lançado para a respectiva contratação.

Além disso, a empresa a seleccionar vai ainda assegurar a “produção dos cadernos eleitorais, credenciamentos dos agentes eleitorais, mapeamento das assembleias de voto, sistema de informação ao eleitor, o fornecimento do material de votação e solução tecnológica para as eleições gerais” deste ano.

Entre os dados da FICM figuram os relativos a 2,7 milhões de novos eleitores, face aos registos das eleições gerais de 2012.

Contudo, e por entre críticas ao facto de o processo do registo eleitoral, que decorreu entre Agosto e Março, ter sido conduzido pelo governo, a oposição tem vindo a exigir uma auditoria independente ao FICM.

Após a conclusão do levantamento e encerrada a base de dados, caberá à CNE, a partir de Maio, preparar as eleições gerais.

Através de outros dois despachos assinados, com a mesma data, o presidente da CNE lançou igualmente o processo de concurso para aquisição do material de apoio às eleições, bem como para a prestação de serviços de transporte da logística eleitoral.

Em Fevereiro o presidente José Eduardo dos Santos autorizou um crédito adicional ao Orçamento Geral do Estado para 2017 no valor de Kz 50 mil milhões, especificamente para o pagamento das “despesas do processo eleitoral”.

De acordo com a autorização do chefe de Estado, na forma de decreto presidencial, este “crédito adicional” será afeto à CNE, para “suporte das despesas relacionadas com a preparação” das eleições gerais, previstas para agosto próximo.







Debate este tópico nas redes sociais:

Comente com o seu perfil no Facebook






Debate este tópico no Club-K:

Comente no Anónimato (sem iniciar sessão) ou via Redes Sociais (Facebook, Twitter, Google ou Disqus)!

QUEM SOMOS

CLUB-K ANGOLA

CLUB-K.net é um portal informativo angolano ao serviço de Angola, sem afiliações políticas e sem fins lucrativos cuja linha editorial consubstancia-se na divulgação dos valores dos direitos humanos, educação, justiça social, analise de informação, promoção de democracia, denuncias contra abusos e corrupção em Angola.

Informamos o público sobre as notícias e informações ausentes nos canais informativos estatal.  Proporcionamos ao público uma maneira de expressar publicamente as suas opiniões sobre questões que afectam o dia-a-dia, qualidade de vida, liberdades e justiças sociais em Angola... Leia mais
  

CONTACTOS


NEWSLETTER

Assine a nossa Newsletter para receber novidades diárias na sua caixa de e-mail.
INSERE O SEU E-MAIL
 

INFOGRÁFICOS

Maratona do MPLA e o combate ao alcoolismo
Young JLo and wife
"A UNITA mostrou  ontem que na base de dados do MAT há um cidadão com o nome de Ernesto João Manuel que tem dois registos. O primeiro registo tem o número de grupo 74638. Fez a prova de vida no dia 31 de Outubro de 2016. Podem confirmar. O mesmo cidadão está na base de dados do MAT com outro registo com o número de grupo 74821. Fez a prova de vida em Dezembro de 2016. Dois meses depois. Dois (2) registos." - Carlos Alberto

Sem comentários:

Gadget

Este conteúdo ainda não se encontra disponível em ligações encriptadas.