terça-feira, 18 de abril de 2017

Novos salários mínimos em Moçambique

Governo aumenta os salários mínimos entre 5,5% e 21%

O Conselho de Ministros decretou hoje novos salários mínimos nacionais, com o sector da hotelaria a receber a percentagem mais baixa, 5,5%, e a administração pública, defesa e segurança a beneficiar do reajuste mais alto, 21%.
De acordo com o decreto, apresentado à imprensa pela ministra do Trabalho, Emprego e Segurança Social, Vitória Diogo, apesar de beneficiar do maior aumento salarial, a administração pública, defesa e segurança continuará com um dos ordenados mais baixos no país, passando de um mínimo de 3.278 para 3.996 meticais.
A agricultura, caça, florestas e silvicultura mantém-se como o sector com o salário mínimo mais baixo, tendo aumentado 10,4% para 3.642 meticais.
Com a menor percentagem de aumento de todos os nove sectores de actividade, a hotelaria viu o salário mínimo passar de 5.050 meticais para 5.328 meticais.
O sector dos bancos e seguradoras continuará com o salário mínimo mais alto em Moçambique, tendo passado de 8.750 meticais para 10.400 meticais, resultado de um aumento de 18,86%.
A pesca industrial e semi-industrial registou a segunda maior percentagem, em termos de aumento salarial, com 20,97%, passando de um ordenado mínimo de 3.815 para 4.615 meticais.
O sector da produção e distribuição de electricidade, gás e água registou o terceiro maior aumento, em termos de percentagem, com 20,70% para um salário mínimo de 7.286.
Os restantes sectores da economia registaram aumentos entre os 5,76% e os 14%.
A ministra Vitória Diogo afirmou que os aumentos salariais hoje aprovados resultam de propostas submetidas pela Comissão Consultiva do Trabalho (CCT), que junta empregadores, sindicatos e representantes do Governo.
"É importante mencionar que tendo em conta a nossa situação económica, estes são aumentos de salários mínimos possíveis", declarou Vitória Diogo.
Nesse sentido, prosseguiu, é necessário que o país aposte no aumento da cultura de trabalho, produção e produtividade, para poder aspirar a ordenados mais consentâneos com o custo de vida.
Lusa – 18.04.2017

Governo aprova salários mínimos mais elevados desde 2011

Salário mínimo mais elevado é 10 400.00 meticais e o mais baixo 3 642.00 meticais
O Governo aprovou, ontem, os salários mínimos que vigoram a partir de 01 de Abril deste ano. Trata-se do mais elevado nível de aumentos desde 2011. Mas um breve olhar sobre a base dos salários leva à conclusão que em termos nominais, os salários mínimos nacionais ainda são modestos. Na pesca industrial, por exemplo, um aumento de 20.97% (um dos recordes percentuais dos últimos cinco anos) levaram a um aumento de apenas 405,00 meticais para 3 780,00 meticais. Na agricultura, o ajuste de 10.4% corresponde a pouco mais de 300,00 meticais. Em ambos os casos, o valor do aumento está longe de gerar uma diferença notória na estrutura das despesas dos beneficiários, num contexto em que o custo de vida aumentou significativamente em curto espaço de tempo.
Já no sector financeiro e em todos, em que a base é relativamente mais ampla (8 750,00 meticais), o aumento de 18.8% permite aumentar o salário mínimo em 1650,00 meticais. Aqui o impacto de ajuste também se faz sentir, em termos nominais, de forma relativamente maior.
Na comunicação sobre os ajustes salariais, o Governo não avançou o valor do cabaz actual de consumo das famílias em Moçambique. Sabe-se apenas que o custo de vida tem vindo a gravar-se com relativa rapidez através do aumento do preço dos produtos básicos de consumo. Ano passado, a inflação bateu o recorde dos últimos anos ao atingir o pico de 25.27%. No primeiro trimestre deste ano, decisões como a suspensão do subsídio aos combustíveis e consequente aumento gradual do preço, estão a pressionar os preços de todos os produtos a aumentarem, com destaque para a pressão que está a ser exercida pelos transportes.
Paralelamente, a suspensão do subsídio à farinha de trigo, pressionou a subida do preço do pão. O carvão vegetal aumentou, em poucos meses, de 1 000,00 meticais para cerca de 2 500,00 meticais.
São os salários mínimos possíveis
Em conferência de imprensa para comunicar as decisões do Conselho de Ministros, realizada esta terça-feira, a ministra do Trabalho, Emprego e Segurança Social, Vitória Diogo, explicou que os salários acordados entre os empregadores e trabalhadores são os mínimos possíveis, dado o contexto de contenção de despesas face às dificuldades financeiras do Estado.
É que o Estado moçambicano está a financiar as suas despesas com base exclusiva nas receitas internas há um ano, depois que foi suspensa a ajuda externa ao Orçamento do Estado pelos parceiros de apoio programático, o que impôs medidas de austeridade para conter despesas, incluindo a eliminação das que foram consideradas desnecessárias.
Perante a situação actual, a ministra chama atenção para a necessidade de consentir sacrifícios como forma de manter os postos de trabalho existentes. Este aviso decorre do facto de que maior parte das empresas públicas em Moçambique pagam valor acima dos salários mínimos.
Reconstrução após ciclone Dineo
Ainda no Conselho de Ministros, o Governo anunciou existência de parte dos fundos necessários para a reconstrução de infra-estruturas destruídas pelo ciclone Dineo. O porta-voz do Governo, Mouzinho Saíde, revelou que dos levantamentos feitos, concluiu-se que é necessário mais de 1.4 bilião de dólares, sendo mais de 605 milhões de meticais para resposta imediata e pouco mais de 827 milhões de meticais para a reconstrução.
Para a resposta imediata já foram mobilizados mais de 498 milhões de meticais e o défice é de aproximadamente 106 milhões de meticais. Para a reconstrução foram mobilizados e aplicados 8.6 milhões, estando o défice fixado em 818.6 milhões de meticais.
Calisto Meque Meque estava a sentir-se pensativo com Unay Cambuma e 21 outras pessoas.
BOA TARDE COMPATRIOTAS, DEPOIS DE TUDO SUBIR DE PREÇO ATÉ MAIS DE 200% VEJAM O SALÁRIO MÍNIMO NACIONAL POR SECTOR,ESSE SALÁRIO SÓ VEM NOS CRIAR MAIS FRUSTRAÇÃO NAS NOSSAS CASA.
O Governo moçambicano, reunido na X sessão ordinária do Conselho de Ministros aprovou esta terça-feira as propostas da Comissão Consultiva do Trabalho sobre o reajuste dos salários mínimos nos sectores produtivos do país. Estes salários que poderão entrar em vigor a partir deste mês de Abril não abrangem a administração pública.
De acordo com a ministra do Trabalho, Emprego e Segurança Social, Vitória Diogo, o reajuste salarial aprovado pelo Conselho de Ministros é resultado dos consensos alcançados pelas comissões de trabalho com vista ao aumento das taxas de reajuste.
Desse modo, Vitória Diogo disse que o sector da Agricultura, Caça e Silvicultura viu a aprovação da taxa de reajuste para mais de cinco porcento, passando os trabalhadores desta actividade a auferir um salário mínimo mensal de 3.183,00 meticais, o que indica um aumento de 177 meticais, nos anteriores 3.010,00 meticais.
Para o sector da pesca, a pesca semi-industrial teve um aumento de mais de dez porcento, atingido um salário mínimo de 3.500 meticais contra os anteriores 3.167,00 meticais, tendo sido incrementado 333 meticais. A pesca da Kapenta passou dos anteriores 2,857,00 meticais para 3000 meticais.
A extracção de minerais com realce para grandes empresas, o aumento registado foi de mais de cinco porcento passando o salário mínimo a 5.642,34 meticais contra os anteriores 5.350,00 meticais, um incremento de 292 meticais.
As pedreiras e areeiros, o salário mínimo passa a ser de 4.539, 05 meticais contra os anteriores 4.316,00, um incremento de 223 meticais. Em relação as salinas, o incremento foi de 166 meticais passando a auferir 4.176,00 meticais contra os anteriores 4.010,00 meticais.
No sector da indústria transformadora o aumento foi de 9.43 porcento e o salário mínimo reajustado para 4.815 meticais contra os anteriores 4.400,00 meticais, com um incremento de 415 meticais, e para a panificação o salário mínimo aprovado passou a ser de 3.790, 00 meticais contra os anteriores 3.495,00 meticais, um acréscimo de 295 meticais.
No sector da produção e distribuição de gás, água e electricidade para grandes empresas o aumento é de 13.3 porcento, passando o salário a mínimo para 5.402, 14 meticais contra os anteriores 4.768,00 meticais. Ainda neste sector, as pequenas empresas tiveram um aumento de 8.3 porcento e o salário mínimo para 4.851, 84 meticais contra os anteriores 4.380, 00 meticais.
O sector de construção civil, o aumento foi de 13.5% passando o salário mínimo para 4.483,25 meticais, um incremento de 526 meticais em relação aos 3.956,88 meticais, do ano passado.
As actividades de serviços não financeiros, o aumento foi de 10.59 porcento e o salário mínimo de 4.676,00 meticais. Para o sector financeiro de bancos e seguradoras houve um aumento de 7.84 porcento, passando a auferir um salário mínimo de 7.500, 00 meticais contra os anteriores 7.465,00 meticais. As microfinanças passam a auferir 7.800,00 meticais um reajuste de 7.72 porcento contra os anteriores 7.241, 00 meticais, um incremento de 559 meticais.
Vitória Diogo salientou que a Administração função pública, defesa e segurança os reajustes serão aprovados ainda no mês de Abril, sendo que neste momento estão em negociações com as diversas organizações sindicais da administração pública.
Fonte: Folha de Maputo.
Mostrar mais reações
91 comentários
Comentários
Joao Williamo Tivane Tamos fritos irmaos
Boko Haram Morre Mas foi um aumento ou acrèscimo? kkkkkkjk esse taco ai precisa darem alguem k nao tem mulher, nao paga agua, energia, transport pra o serviço...
Calisto Meque Meque Também não chega
Calisto Meque Meque Isso prova que o governo ilegal de Moçambique não está a favor do bem estar do povo, o sofrimento do povo dá mais valia os governantes que vão na Europa pedir ajuda para o povo e no fim toda ajude vai aos seus bolsos
GostoResponder515/4 às 14:50Editado
Maricelia Dias Viana Agora eu te pergunto mas que governo??amigo não se pode chamar um meliante de governo quando ele não foi eleito so chame o meliante por seu nome.chamando o tal se governo vc estar ar concordando com a Vitória dele...que eu saiba ele não saiu vitorioso e portanto Moz por enquanto não tem governo...
Jah Warrowarro Concordo. São miliantes
Nelo Artur Leo Concordo pleniamente.
Maricelia Dias Viana Que bom que entenderam...grata
Jah Warrowarro Devia ser salário de Maleane durante 4 meses para sentir uque nos sentimos velho mentiroso
ORlando Zefanias Tumbela Vilankulo eles nunca vao dar bom salarios os trabalhadores porque eles proprio sao os patroes
Julia Ernesto Essa gente só Kerem atrofiarnos nos ki ainda xtamos em via de crescimento, txaaa
Zito P. Macaliha Ate quando isso?
Calisto Meque Meque Até 10 de outubro 2018 e 2029 eleições gerais
Bost Mangane eish que mau.
Vasil Maite Silvestre Sofrer tipo escravo
ORlando Zefanias Tumbela Vilankulo nao se sabe até quando porque esse sistema é igual a uma doença k nao tem cura,se estalaram pra colonizar moçambicanos até onde começa o crescimento da unha
Amonge Rafael Macuacua Meu irmão regimes comunistas são assim vc pode reclamar ate crescer os labios eles fartam se de rir
Na venezuela o povo ja ta nas ruas, a Siria está de escombros por causa desse tipo de brincadeiras, disprezar quem alegadamente te colocou no poder

ORlando Zefanias Tumbela Vilankulo é lamentavel,que fazer ,oque nos resta é só chorar todos os dias e por fim assumir postura dos pinto k mae foi pego pelo animal devorador
Paz Ernesto Matiias Agua e luz so. O desarasca.kkkk vamos roubsr
Silva Pereira Saene Gervasio Lucio Matias estavas busy com isso
Gervasio Lucio Matias Yeah embora que, ainda vou ficar busy, uma vez que o nucleio ainda nao foi atingido
Renamo Revuluçao Xte salario e magro k pena pa o meu povo. Senhores ladroes da frelimo eu acredito k xte salrio k alguem recebe nos 30 dias e pouco k nem pa voço matabicho nao xega. Cuidado um dia o povo k e patrao vai acabando paicencia fazendo opior k nem os cizentinhos e outros vao conseguir calmar ta quase
Paz Ernesto Matiias Nada. Agua e luz do. resto e para desarascar. Kkk. Desviar fundo de aplicacao
Nelo Artur Leo Ainda estamos por capinar muito pois qui os limite da machanda são feita por faraó e nos sob control dos seus guardiões...ao meio estamos nos como escravos a sermos maltratados.
Não vejo a orra do libertador pra arastar u seu povo as vitorias prometidas.

Pedro Alfredo Esta perto
Adriano Amone Muxanga Essas brincadeiras um dia vão lhes sair muito mal.
Dinis Francisco Cossa O Povo moçambicano não tem governo
Cabral Toze Kikiki este aumento n tem nenhuma diferença
Pedro Alfredo primeiro reajustaram o pao na padaria 10 meticais e os revendedores 12 meticais nos mercados, mas dizem todos cabem no coracao de Nyusi. Defesa e Seguranca, sera o pior de todos ramos.
Pedro Alfredo primeiro reajustaram o pao na padaria 10 meticais e os revendedores 12 meticais nos mercados, mas dizem todos cabem no coracao de Nyusi. Defesa e Seguranca, sera o pior de todos ramos.
Gote Rafa Assim aumentaram salário? Isso não é para frustrar o povo. Porque não manterão calados.
Tsekelandia não hà chimoko. Esse é meu pais Tsekelandia

Pedro Alfredo Batatalandia Docessenalady.
Lindinho Alberto Mugabe Lhes sairá mal se o povo deixar de ser o que é hoje "passivos" em moçambique as coisas só pioram e quem faz isso somos nos do sul k aceitamos tudo
Manito Nixon DEFESA E SEGURANÇA....!!! COITADO DO MILITAR E POLICIA....!! QUANTO GANHAM VOÇES????
Pedro Alfredo sempre humilhados e a cumprirem ordens ilegais para lutarem contra o povo e seus familiares. VERGONHOSO
Manito Nixon sao dorminhocos.....!!!!
Manuel Parteira VAMOS COMER TSEKE...
Augusto Munasse Meque Meque ta mal ixu.vamos continuar n pobreza pha.
Rhuko Rheta Olha Mequito, o funcionário publico moçambicano é tratado como um militar praça que nao tem salário, mas é subsidiado que nem direito de família nao pode constituir por estar ao serviço da patria. Mais não direi só para não ter apelidos.
GostoResponder215/4 às 16:27Editado
Pedro Alfredo vais ver, basta haver fofocas de greve, serao equipados e vestidos de novo material belico e uniforme para confrontarem seus familiares nas ruas.
Nicolao Semo É só roubar energia e água pra diminuir despesas
Rui Jaime Vasco É para sentir o EU CONFIO EM TI NYUSSI
Calisto Meque Meque Nhusi foi eleito pelo gamito no conselho constitucional
Angelo Cheche El Vagalume Tenho uma dúvida... No sector não financeiro, parece que o aumento foi regressivo, porque actualmente o salário mínimo deste sector é 5.050,00mt... Kkkkk kkkkk
Pires Calembo Se for isso que eu acabei de ler, mano tens toda razão parece que é isso mesmo. Kkkkkkkk vamos comer tseke quem não quero comer Fotseke!
Sismo Eduardo vamos a manifestacao
Pires Calembo Senhor (meu AMIGO) Manifestação em moçambique não é aceite, vomos comer tseke!
Linette Olofsson Quem disse que não é aceite ? Vasculhe a constituição!. Melhor comer tseke que viver debaixo de ditadura. Eles comem bifes.
Pires Calembo Linette Olofsson pelo oque eu vejo minha irma a constituição da república de moçambique é sempre violada pela o proprio governo de moçambique!
Avoz-que Nao-se Cala Um saco de 25kg de arroz Mariana (Azul) está 1050mt, 5 litros de óleo (dona) de botija amarela está 420mt, um saco de carvão 50kg esta a 1500mt, uma lata de 5L de feijão está 500mt. 

Já passou salário mínimo da ministério da Agricultura.
Não paguei sabão, omo, escova, pasta de dente, e né teste com dinheiro de chapa para pegar meu love para o serviço.

Jose Manuel De Jesus Ate a cabeça esta a me a doer com esta situacao.
Calisto Meque Meque O povo abandonado
Jose Manuel De Jesus 45 anos a ser palhassado, e vm o melaine a dizer que a divida é legal.
Manuel G. Carambua Carambua Ainda nem pagaste a renda de casa, escola p criancas,.....
Jacinto Victor Pagamento de energia e agua
Jose Manuel De Jesus Com Este salario mesmo, é pra combater mesmo a currupçao???
Chalengue Strukel Calisto Meque Meque ya de verdade ose o salario nao fecha o excencial, refiro-me do basico do pacato cidadao, ENTAO TEREMOS K TER 2 OU +EMPREGOS, a ser assim a lei de Probidade Publica tera k ser revisada isso esta muito mal a continuar assim juro nao ...Ver mais
Jah Warrowarro Chalengue Strukel estas fudido com os bandidos ladrões nem?
Jose Josephe So da pra rachar
Muchuquetane Guenjere Para nao dizer que nao aumentaram, ou seja, cumpriram com o protocol. Eish, nako nada juro.
Pires Calembo 100 commentários!
Lurdes Da Maria K pena do moxambicano,fora frelixo
Francisco Joao Moiana Esses senhores estão contra o povo moçambicano,esse salario não dá para fazer nada se não dizer que o povo deve estar consciente em 2019 votar no Partido certo para acabar com essas loucuras,salário em Moçambique é uma lástima ainda continuamos colonizados.
Jose Manuel De Jesus Aumentar 100mt e dizer que houve aumento salarial? Palhassada
Daud Aires Nacupeia Nacupeia Um Pais Dos Corptos,mal Governado So Podia Ser Assim,
Maria Manjate Isto está cada vez mais difícil . Esses governantes têm máquinas de calcular no lugar do coraçao.
Dinho Da Rocha Nao da para aguentar sem duvidas com esse governo, era de esperar k de boa coisa nao iria ser. Vamos continuar aumentando os furos dos nossos cintos.
Joäo Jone TASSE MAL!!!!!!!!
Jose Josephe Um dia aquebrada sera nossa
Jornal Zechau Era isso que as pessoas esperavam sera que apobreza que afrelimo canta dia e noite acaba com 5% por cento do salario minimo?
John Saguate Vamos comer tseke.
Mahomed Hanif Gafur Quando a economia já esteve estável nunca deram mais era esperar de mais por estas alturas
Fernando Albino mao de obra barata.triste Deus fara justica
Kenneth Mafumo saúde qual é aumento?
Jose Manuel De Jesus mano estes Hehehe nem educaçao tem.
Kenneth Mafumo os tipos são maus
Chabane Albino Albino ESSA É REALIDADE DO GOVERNO SABOTADOR, LADRAO, CORRUPTO, E DE TODA BAGUSEIRA MALIGNA
Ebicha Paulo Dirwai Sinceramente aldrabice brither
Marcelino Gymo Picaretice
GostoResponder116/4 às 0:19
Gervasio Lucio Matias Embora que ainda não se definiu na função pública, sempre esperamos o pior, como é de rotina. Sob ponto de vista pessoal, concluo que nos nossos governantes há falta de vontade, ou seja, as sessões que realizam poucas vezes são relevantes para a maioria senão para um punhão de gente! O chamado "reajuste salaria" para não chamar "aumento salarial" bem pensado nunca existiu! Ora vejamos, o governo reajusta salarios, os nossos agentes economicos logo depois fazem explodir os preços dos produtos, neste caso arroz, óleo, espaguete, sal ou melhor os produtos da primeira necessidade... Isso dá na mesma. Se os nossos governantes pensassem em benefício da maioria acredito eu que, neste momento da inflacção a solucao nao seria reajustar salarios e sim, seria trabalhar no sentido de baixar os precos dos produtos, isso sim, seria pensar para todos. Digo isto porque o pais nao é so composto por funcionarios, antes esses sao poucos, entao baixando os precos seria bom para todos a partir dos opulentos até os homens da rua! Creio eu que se se pensasse assim seria bom! Acaz Ângelo J. Rufino Silva Pereira SaeneSelio Bandeira Sergio Jose Kantimaleka Geraldo Zaina Nkambika
GostoResponder316/4 às 0:34
Jose Josephe Esses nossos lideres tem espiritos malignos
GostoResponder216/4 às 0:49
Jose Manuel De Jesus so espero com esta situacao nao sejam feitiçados com este grupinho pra lhes votar de novo... Porque com estas cagadas nao ha como alguem confiar nestes patetas.porque pode ate proximo ano quererem nos engraxar, pra lhes votar, porque eu mesmo hehehe porque a mim nao enganam +.
GostoResponder416/4 às 8:15Editado
Lucas Cremoso Só um lambe-bota pode confiar
Teles Raquel Mabongue Grande propaganda política a favavor da... mais nao disse.
GostoResponder116/4 às 1:54
Lucas Cremoso Seria mt bom se não tivessem aumentado nada. Por assim só aumentaram a desgraça que o povo já vive. Aumentar 177,00 para comprar o quê!!!? Meu Deus nós criamos na frigideira. Socorrido por populares...!
GostoResponder216/4 às 3:48
Utall Miguel Gimo Gimo Mano todos os anos a aumento de salario mas o mesmo valor nao atinge os 20 000 mts pork?
GostoResponder416/4 às 5:40
Mário Sumaila Armando Armando quem vc para ganhar 20.000mts nao e por mal...
Antonio Branquinho É trist isso!
GostoResponder116/4 às 7:22
Profeta Amor Agora é tempo de pensar bem!!!
GostoResponder116/4 às 8:34
Pedro Alfredo atencao caros internautas, com o maior custo de vida no pais, os agricultores poderao a ser obrigados a comprar sementes especiais de TSEKE para se produzir em quantidade. mandioca e batata doce ja se produz muito e ate porque a mandioca custa caro perdeu clientela, fabricam bebidas alcoolicas para imoralizar os cidadaos, que ja nao cabem no coracao do Nyusi.
GostoResponder116/4 às 8:43
Simao Francisco Matavele Salário aumentam em percentagens, e uma vez por ano, e os preços aumentam quantas vezes lhes Apetece.
Pedro Alfredo atencao caros internautas, com o maior custo de vida no pais, os agricultores poderao a ser obrigados a receber sementes especiais de TSEKE para se produzir em quantidade. mandioca e batata doce ja se produz muito e ate porque a mandioca custa caro perdeu clientela, fabricam bebidas alcoolicas para imoralizar os cidadaos, que ja nao cabem no coracao do Nyusi.
GostoResponder316/4 às 8:45
Lindinho Alberto Mugabe Aqui em moçambique, duvido k possa haver mudança, moçambicano não tem sindicatos, não sabe preparar greve, todos compactua com a governação do dia, principalmente sul do pais, nenhuma mudança para este tsekelandia! Então vamos aguentar
Pedro Alfredo em verdade vos digo, chegara o tempo em os primeiros serao os ultimos e os ultimos serao os primeiros, ai havera uma mudanca no pais. nao recordam o que sucedeu em 1974???... Hoje varios paises os povos revoltam-se contra os governantes porque nao ha respeito, eles acumulam riquezas e humilham o povo.
Pedro Alfredo em verdade vos digo, chegara o tempo em que os primeiros serao os ultimos e os ultimos serao os primeiros, ai havera uma mudanca no pais. nao recordam o que sucedeu em 1974???... Hoje varios paises os povos revoltam-se contra os governantes porque nao ha respeito, eles acumulam riquezas e humilham o povo.
Manuel Antonio Fernando Acho que temos que agir chega de falar este governo nao muda falando. Agora temos que pensar um debate que nos trás solução pararmos de comentários.
Albertino Razao Roste Mas k insulto grotesco ?
Mário Sumaila Armando Armando tms a ser esfregado ate sentirms na pele
Mário Sumaila Armando Armando De rovuma a maputo tms a dancar a mesma musica
Simao Francisco Matavele Isto faz me recordar a história de uma mãe q deu a luz gêmeos. E deu o nome de Frelimo a menina e o menino deu o nome d Povo. Uma certa amiga da sra foi lhe visitar e encontrou a menina a mamar. um outro dia a sra voltou p ir ver os bebês! E voltou a encontrar a menina a mamar e rapaz a dormir. Ela preocupada pergunta a mãe dos gêmeos : Amiga porquê q sempre quando chego aqui encontro a menina a mamar e rapaz a dormir? A MÃE resp: ESPERA AMIGA ! O POVO BASTA ACORDAR FRELIMO NÃO VAI MAMAR MAIS...
Pedro Alfredo kkkkkkkkkk, hummmmmmm
Manuel Antonio Fernando Ya mas o povo deve acordar agora s n more da fome.
Mulandi HI Mina Kheni Salários da desgraça. A única coisa que lhes preocupa são os reajustes dos combustíveis, luz, água e o salário pra pagar esses serviços nada. A nossa luta deve prosseguir até a remoção destes bandidos do poder.
Pedrito Xirombo Mavuzi PRA FUNÇAO PUBLICA ESPRERA SE 2% a 5%.
Pascoa Luis Higgi!? Nao kero imaginar a percentagem k vai sair pra funcao publica!!!
Alberto Lucas Miambo Sem comentários.Miséria e insulto para o povo sem recursos finaceiros
Mangane Mangane Bala Está tudo mal tive oportunidade de estar no plenário quase saia com AVC....
Lindinho Alberto Mugabe #Manuel# Antonio# meu amigo intendo isso mas aki em moçambique não há sinceridade, união todos usam algums pessoas como escudos, traidores estão cheios aki no país de tsekelandia
Chalengue Strukel Crucificante isso nem parece estarmos num pais em ambundancia de recursos naturais...... na verdade toda excellencia depende de Vontade e virtude..... so xtou kieto pra comentar em kuantos% sera a sentenxa do FP (Funcionario Publico)
Luis Taibo Funçao publica e defesa nacional sao 21% ja dfinido segundo mouzinho saide?
GostoResponder1

Sem comentários:

Gadget

Este conteúdo ainda não se encontra disponível em ligações encriptadas.